Quinta-feira, 26 de março, o GAJ inicia campanha de arrecadação de alimentos e material de higiene para asilo.

Todos deverão entregar no próprio asilo, na recepção com a Raquel.

Sobre o asilo

O Asilo Monsenhor Severino anunciou nesta quarta-feira (18) a suspensão da visitação a internos até segunda ordem. O objetivo é proteger os 56 idosos que vivem em suas dependências, em Campos, do avanço do novo coronavírus. A medida vale inclusive para familiares dos internos e foi divulgada por meios das redes sociais.

“Estamos lidando com um grupo de alto risco de infeção e, na intenção de protegê-lo, e também aos familiares e funcionários, estamos suspendendo qualquer tipo de visitação, entrevista para entrada de novos residentes etc”, afirmou a direção do Monsenhor Severino, em nota publicada em seu perfil oficial.

Anúncio idêntica foi tomada pelo Asilo do Carmo, no último sábado. A unidade abriga, atualmente, 55 idosos. “Em virtude da pandemia do coronavírus, informamos a suspensão temporária das visitas da comunidade e familiares dos nossos idosos”, anunciou o Asilo do Carmo, também por meio das redes sociais.

Campanha de solidariedade

A suspensão da visitação, porém, é somente uma das recomendações das autoridades de Saúde. Para assegurar aos idosos outros cuidados, como a higienização de mãos e objetos com álcool em gel, considerada essencial no combate à transmissão comunitária do coronavírus, os asilos de Campos pedem ajuda à comunidade. Além disso, há necessidades de produtos de limpeza e higiene pessoal, alimentos.

O Asilo Monsenhor Severino faz campanha para arrecadação de álcool em gel, máscaras e luvas descartáveis, além de alimentos como carnes, café e açúcar cristal.

Já o Asilo do Carmo pede doação de desinfetante, amaciante, sabão em pó, desodorante, talco, barbador, luvas para limpeza, fralda geriátrica (G e GG), leite, suco em garrafa e biscoito doce.

Fonte: Terceira via

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *